Fatores de risco e prevenção



Glioblastoma - Fatores de risco e prevenção

Ao contrário de outros tipos de cancro em que podemos apontar fatores de risco que podem aumentar a probabilidade de desenvolver a doença, como o tabagismo, uma dieta desequilibrada ou a exposição a agentes tóxicos, neste caso, não existem fatores de risco ou causas conhecidas para o desenvolvimento de um glioblastoma.

Alterações em determinados genes estão subjacentes a este cancro. Os investigadores tentam estudar alterações genéticas e familiares comuns nos doentes com glioblastoma, mas ainda não é possível determinar uma causa e, consequentemente, também não é possível prevenir.

ref. (52)

Este texto foi revisto e atualizado em outubro de 2014‏‏.
Em caso de dúvida o seu médico e a restante equipa de saúde são uma fonte privilegiada para obter informações mais pormenorizadas e adaptadas à sua situação.
A informação disponibilizada pelo ONCO+ pretende ser abrangente, percetível, independente, correta e atualizada e não substitui a informação dos serviços oficiais de saúde.
Para sugestões, dúvidas, ou esclarecimentos adicionais contacte-nos em www.oncomais.pt ou Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.. Ajude-nos a melhorar o seu ONCO+