Prevenção



Prevenção do melanoma

A prevenção é extremamente importante na redução do número de casos de melanoma. Sendo que, o principal fator de risco é a exposição desprotegida aos raios solares.

Exposição solar
Os cuidados com a exposição solar são frequentemente negligenciados pela população. No entanto, ter cuidados de proteção diários é a principal forma de prevenção do melanoma.

Primeiramente, é importante compreender que os cuidados de proteção da exposição solar não são necessários apenas na praia ou piscina. Todos os dias estamos expostos a radiação ultravioleta, por isso, a proteção deve ser diária.

Mesmo no inverno ou em dias nublados os níveis de radiação ultravioleta são prejudiciais, por isso, as medidas de proteção têm de estar presentes todo o ano.

Aplicação de protetor solar no dia a dia

Aplique protetor solar todos os dias, nas zonas expostas ao sol (cara, peito, pernas e braços). A roupa não protege totalmente a pele dos raios solares, uma parte da radiação continua a ser absorvida pela pele. Por isso, recomenda-se que, em dias em que os níveis de radiação são mais elevados, utilize protetor solar mesmo nas zonas cobertas pela roupa.

Aplicação de protector solar no dia-a-dia

Índices de proteção solar

Um protetor solar eficaz deve ter a indicação de proteção contra radiação com as designações UVA e UVB. Relativamente ao índice de fator de proteção, este não deve ser inferior a 20/30, sendo que os de índice 50 ou mais são os que conferem uma proteção muito eficaz

Índices de proteção solar

 

Renovação de protetor solar

O protetor solar deve ser colocado antes de sair de casa e não no momento em que se expõe ao sol. A aplicação deve ser renovada frequentemente e sempre que for à água ou praticar atividades que envolvam transpiração, já que estas contribuem para a remoção do protetor solar.

Renovação do protector solar

Validade do protetor solar

Na embalagem do protetor solar consta a indicação do seu prazo de validade. Pode encontrar a designação 6M ou 12M, que significa que têm um prazo de durabilidade de 6 ou 12 meses, respetivamente, após a abertura. Não é aconselhável utilizar um protetor solar de um ano para o outro. Se o fizer verifique sempre a textura do creme, esta deve ser homogénea, caso contrário deve rejeitar o produto.

Validade do portector solar

Transporte do protetor solar

O protetor solar deve ser protegido do calor. As temperaturas elevadas podem danificar as propriedades do creme, tornando-o menos eficaz. Por isso, recomendamos que o transporte numa mala térmica e que o mantenha na sombra.

Transporte do protector solar

Colocar protetor mesmo à sombra ou na água

Uma questão muito importante a esclarecer é que a sombra não nos protege da radiação ultravioleta. Quando está em zonas de sombra também é necessária a aplicação de protetor solar. Na água acontece exatamente a mesma coisa, a água permite a passagem da radiação ultravioleta e, devido ao seu efeito de reflexão dos raios, a exposição até pode ser superior. Por isso, utilize protetor solar resistente à água.

Colcoar protector mesmo à sombra ou na água

Relógio solar

Evite a exposição solar entre as 11 horas e as 17 horas. Neste período a intensidade da radiação ultravioleta é maior. 

Relógio solar

Proteção nas atividades ao ar livre

Na praia ou em atividades ao ar livre utilize sempre óculos de sol, chapéu e t-shirt, preferencialmente de algodão. 

Proteção nas atividades ao ar livre

Solários

Evite a utilização de sistemas de bronzeamento que utilizem radiação ultravioleta.

Solários

Autoexame de pele

Todas as pessoas, independentemente de terem ou não fatores de risco, devem fazer um autoexame de pele periodicamente. Para fazer uma correta observação da pele deve auxiliar-se com um espelho ou pedir a ajuda de outra pessoa.

Deve realizar o autoexame seguindo sempre a mesma sequência. Isto é, começar sempre pela mesma parte do corpo sem esquecer zonas menos visíveis como axilas, por baixo das mamas, plantas dos pés ou atrás dos joelhos.

Em primeiro lugar, é necessário saber o que devemos procurar e quais são os sinais de alarme.

  • Todos os sinais ou manchas na pele devem ser alvo de observação. Para avaliar corretamente os seus sinais durante o autoexame pode seguir uma regra fácil de decorar que é a avaliação ABCDE.
Letra Parâmetros a avaliar Como deve estar/sinais de alarme
A Assimetria Num sinal normal as metades devem ser iguais e sobreponíveis.
B Bordos Os bordos de um sinal devem ser regulares. Caso note bordos irregulares deve consultar um médico. Ter um sinal com bordos irregulares não significa que tenha melanoma, significa apenas que esse sinal deve ser avaliado pelo médico.
C Cor Mais importante que definir a cor de um sinal, é perceber se essa cor se alterou nos últimos tempos. Deve ser motivo de consulta médica qualquer sinal que tenha alterado a sua cor, particularmente para castanho muito-escuro, preto ou coloração azulada.
D Diâmetro (tamanho) Um sinal normal terá sensivelmente até 6 milímetros (aproximadamente o tamanho da borracha de um lápis). O que deve chamar a sua atenção é um aumento do tamanho do sinal.
E Evolução Por vezes, existem sinais mais característicos e menos comuns, ou pelo seu tamanho, ou pela sua forma ou até pela sua cor. No entanto, o importante é que vigie estes sinais e verifique se sofreram algum tipo de evolução em algum dos aspetos mencionados anteriormente nesta tabela.

Autoexame da pele

Outra forma importante de prevenção, particularmente para pessoas com fatores de risco, é a visita regular ao médico dermatologista. Mesmo realizando o autoexame, é recomendado que faça uma consulta com o médico dermatologista para uma análise mais cuidada. A periodicidade das consultas deve ser avaliada pelo seu médico após a primeira consulta.

ref. (59)(60)

Este texto foi revisto e atualizado em dezembro de 2014‏‏
Em caso de dúvida o seu médico e a restante equipa de saúde são uma fonte privilegiada para obter informações mais pormenorizadas e adaptadas à sua situação.
A informação disponibilizada pelo ONCO+ pretende ser abrangente, percetível, independente, correta e atualizada e não substitui a informação dos serviços oficiais de saúde.
Para sugestões, dúvidas, ou esclarecimentos adicionais contacte-nos em 
www.oncomais.pt ou Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.. Ajude-nos a melhorar o seu ONCO+