Estadiamento



Estadiamento do Mieloma Múltiplo

O Estadiamento é muito importante para avaliar as características e o estado de evolução da doença. Para realizar esta avaliação é necessário conhecer o resultado dos exames de diagnóstico.

Existem diferentes sistemas de estadiamento. O mais usado é o de Durie e Salmon que tem como base: os valores das imunoglobulinas, das cadeias leves monoclonais, da hemoglobina, do cálcio no sangue e a existência de lesões ósseas. De acordo com os valores existentes, os doentes são classificados em três grupos, que fornecem indicações no prognóstico e na avaliação da sobrevivência média.

Outro sistema de estadiamento, do mieloma múltiplo, é o Sistema de Estadiamento Internacional (ISS) que permite uma classificação em três estádios, dependendo dos valores de determinadas substâncias encontradas no sangue:

Estádio ISe o valor de microglobulina β2 é inferior a 3,5 miligramas por cada litro de sangue e o valor de albumina é igual ou superior a 3,5 gramas por decilitro de sangue.

Estádio II – Quando os resultados dos exames de diagnóstico não cumprem critérios para os estádios I e III.

Estádio III – Se o valor da microglobulina β2 é igual ou superior a 5,5 miligramas por cada litro de sangue.

Estadiamento do Mieloma Múltiplo

ref. (A80)

Este texto foi revisto e atualizado em setembro de 2015‏‏.
Em caso de dúvida o seu médico e a restante equipa de saúde são uma fonte privilegiada para obter informações mais pormenorizadas e adaptadas à sua situação.
A informação disponibilizada pelo ONCO+ pretende ser abrangente, percetível, independente, correta e atualizada e não substitui a informação dos serviços oficiais de saúde.
Para sugestões, dúvidas, ou esclarecimentos adicionais contacte-nos em www.oncomais.pt ou Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.. Ajude-nos a melhorar o seu ONCO+