Prevenção



Cancro da Próstata - Prevenção

Adotar um estilo de vida saudável, com uma alimentação cuidada, prática regular de exercício físico, evitar ter hábitos alcoólicos e tabágicos, é o ponto de partida para a prevenção de qualquer tipo de cancro.

É essencial que todos os homens mantenham o seguimento no médico de família e sejam examinados sempre que surjam queixas. Este é um ponto delicado, pois muitos homens fogem do exame por medo ou inibição. Muitas vezes sentem que de alguma forma colocam em causa a sua masculinidade e por considerarem os exames desconfortáveis. 

É importante desmistificar todos os medos relativos ao diagnóstico do cancro da próstata.

1.    Quando fazer?
Deverá manter seguimento no médico de família, que mediante os fatores de risco e a sintomatologia apresentada irá proceder à realização de análises com PSA, e no exame físico o toque retal. Conforme o resultado destes exames poderão ser necessários outros exames.

Os homens com mais de 50 anos devem estar atentos aos sintomas e procurar o médico na presença dos mesmos. 


2.    A quem me devo dirigir?
Numa primeira abordagem deve conversar com o seu médico de família, este saberá orientá-lo para fazer os exames necessários. Se preferir procurar um especialista pode fazê-lo, a especialidade médica para problemas relacionados com a próstata é a urologia, como tal, deve procurar um urologista.

 

 

Atualmente existem várias técnicas para o diagnóstico de cancro da próstata, no menu Diagnóstico poderá compreender de que forma são feitos todos os exames necessários.

É importante que se consciencialize que mesmo que se sinta constrangido, detetar o cancro numa fase inicial é quase uma garantia para a cura, não perca tempo útil de vida, não adie.

É necessário mudar a mentalidade e alertar para o perigo de não fazer o diagnóstico. Lembre-se que o cancro é curável numa fase inicial mas, nesta altura, ele não causa quaisquer sintomas.

ref. (18) (19)

Este texto foi revisto e atualizado em janeiro 2015‏‏.
Em caso de dúvida o seu médico e a restante equipa de saúde são uma fonte privilegiada para obter informações mais pormenorizadas e adaptadas à sua situação.
A informação disponibilizada pelo ONCO+ pretende ser abrangente, percetível, independente, correta e atualizada e não substitui a informação dos serviços oficiais de saúde.
Para sugestões, dúvidas, ou esclarecimentos adicionais contacte-nos em www.oncomais.pt ou Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.. Ajude-nos a melhorar o seu ONCO+